Colocação Pronominal

Amigo eleitor,

No artigo anterior, conversei com você sobre as possibilidades de Colocação Pronominal nos Tempos Compostos, agora escreverei sobre a colocação do pronome oblíquo átono nas locuções verbais.

Pois bem, vamos ao esclarecimento.

A locução verbal é formada por um verbo auxiliar + um verbo principal no infinitivo ou no gerúndio.
Sei que devemos permanecer atentos. (verbo auxiliar – devemos / verbo principal no infinitivo – permanecer)
A população está correndo contra o tempo. (verbo auxiliar – está / verbo principal no gerúndio – correndo)

Vamos agora verificar as possibilidades de Colocação Pronominal sem atrativo, verbo no infinitivo
A economia do pais pôde-me trazer benefícios. (ênclise em relação ao auxiliar)
A economia do país pôde me trazer benefícios. (próclise em relação ao principal)
A economia do país pôde trazer-me benefícios. (ênclise em relação ao principal)

Vejamos com o atrativo – verbo no infinitivo
A economia do país não me pôde trazer benefícios. (próclise em relação ao auxiliar)
A economia do país não pôde trazer-me benefícios. (ênclise em relação ao principal)
A economia do país não pôde me trazer benefícios. (próclise em relação ao principal)

Verbo no gerúndio – sem atrativo
A economia do país está-me trazendo benefícios. (ênclise em relação ao auxiliar)
A economia do país está trazendo-me benefícios. (ênclise em relação ao principal)
A economia do país está me trazendo benefícios. (próclise em relação ao principal)

Verbo no gerúndio – com atrativo
A economia do país não me está trazendo benefícios. (próclise em relação ao auxiliar)
A economia do país não está trazendo-me benefícios. (ênclise em relação ao principal)
A economia do país não está me trazendo benefícios. (próclise em relação ao auxiliar)

OBSERVAÇÃO – Tanto no infinitivo quanto no gerúndio, mesmo não havendo atrativo, a colação proclítica ao auxiliar é também cabível, no entanto pode-se evitar. 
A economia do país me pôde trazer benefícios. 
A economia do país me está trazendo benefícios.

Verbo auxiliar no futuro + infinitivo – sem atrativo
A economia do país poder-me-á trazer benefícios. (mesoclítico ao verbo auxiliar)
A economia do país poderá trazer-me benefícios (enclítico ao verbo principal)

Verbo auxiliar no futuro + infinitivo – com atrativo
A economia do país não me poderá trazer benefícios. (proclítico ao auxiliar)
A economia do país não poderá trazer-me benefícios. (enclítico ao principal)

Verbo auxiliar no futuro + gerúndio – sem atrativo
A economia do país estar-me-á trazendo benefícios. (mesoclítico ao auxiliar)
A economia do país estará trazendo-me benefícios. (enclítico ao principal)

Verbo auxiliar no futuro + gerúndio – com atrativo
A economia do país não me estará trazendo benefícios. (proclítico ao auxiliar)
A economia do país não estará trazendo-me benefícios.   (enclítico ao principal)

É isso aí
Bons estudos
Até o nosso próximo artigo